ANACOM revela dados de tráfego, chamadas e encomendas durante a pandemia

ANACOM revela dados de tráfego, chamadas e encomendas durante a pandemia

15/05/2020 0 Por Redacção

A ANACOM, reguladora de telecomunicações e serviço postal, revelou hoje dados relativos ao tráfego de voz, dados e encomendas desde fevereiro de 2020, permitindo uma análise dos hábitos portugueses durante a pandemia de COVID-19.

Notou-se um aumento substancial no tráfego de voz e dados quando as primeiras medidas de confinamento foram decretadas, com o volume de dados a aumentar perto de 50%, e o volume de chamadas a aumentar cerca de 30%. Durante e após o confinamento, os valores mantêm-se mais ou menos estáveis.

No caso das encomendas, a subida não foi tão expressiva no início do isolamento, excepto no volume de objectos internacionais de entrada – encomendas provenientes do estrangeiro. Houve fortes variações na quantidade de encomendas durante o período de confinamento, com o pico a surgir após a Páscoa. Por fim, nota-se um aumento expressivo em todo o tipo de encomendas desde que o Governo decretou o fim do estado de emergência.

Em termos absolutos, o pico no consumo de serviços de telecomunicações surgiu na semana de 16 a 22 de março, o que coincidiu com o início do estado de emergência. Ao longo dessa semana, os portugueses produziram tráfego de voz na ordem dos 945 milhões de minutos e tráfego de dados a rondar os 210 milhões de gigabytes – tudo provavelmente estimulado pelo recurso generalizado ao teletrabalho. Nos serviços postais, o máximo foi registado na semana de 4 a 10 de maio, com mais de 1.1 milhões de encomendas no círculo postal, sendo que cerca de 89% eram remessas nacionais.

Se gostou deste artigo, pode acompanhar o TechFive no Google News aqui. Dúvidas ou sugestões? techfive@techfive.pt